Reflexão

O Que Você Fala Para Si?



“Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei.” (Salmo 42:11)

Você já falou sozinho?

Há algum tempo, ao ler este salmo, percebi que o salmista estava falando consigo mesmo. Ou seja, nos termos atuais, falando sozinho.

Esta é uma ação que a maioria das pessoas considera estranha. Ela é muitas vezes associada às pessoas mentalmente desestabilizadas, principalmente aquelas que conversam com amigos imaginários que só elas veem.

Mas, examinando a maioria da população que pensa que é mentalmente saudável (como nós, por exemplo) chegamos a conclusão que todos falamos conosco mesmos de alguma maneira. A grande maioria o faz apenas mentalmente, sem emitir sons audíveis. Alguns o fazem em voz alta quando estão sozinhos.

Essas auto-conversas são muito importantes. Elas muitas vezes induzem um estado mental que pode nos animar ou destruir a nossa tranquilidade. Quantas vezes ao pensar sobre um problema você começa a enumerar para si mesmo uma relação de motivos porque tudo vai dar errado? Ou quando vai a uma entrevista de emprego fica dizendo a si mesmo as razões pelas quais você não vai conseguir o trabalho?

O apóstolo Tiago ensina em sua carta que a língua pode determinar a direção do corpo da mesma maneira que um pequeno leme pode determinar a direção de um grande navio. (Tiago 3:3-12) Aquilo que você diz a você mesmo pode levá-lo à vitória ou à derrota dependendo daquilo que você diz.

Davi estava passando por tempos difíceis e constatou que estava abatido pelos problemas. Situação comum a todos nós. A vida nos traz problemas e muitas vezes as energias, sejam físicas, mentais ou espirituais, podem se esgotar. É natural isso acontecer. Ele poderia simplesmente ter percebido isso e ficado sentado num canto da caverna dizendo a si mesmo: “Ó vida, ó azar. Pobre de mim. Prometido rei e acabado perseguido, que será de mim?”

Porém, o que ele disse para si? “Por que você está abatido? Qual o motivo de ficar assim? Afinal de contas, temos a promessa de Deus, então espera nEle, pois ainda haveremos de louvá-lo pelo cumprimento das suas promessas!”

Em vez de dar ouvidos às palavras negativas devido às circunstâncias ele passou a falar para si mesmo palavras de ânimo e incentivo, palavras que mudavam o seu estado emocional para melhor.

Ele não fazia isso sem base. A sua base eram as promessas da Palavra de Deus que haviam sido dadas a ele e sua experiência do cuidado constante de Deus na sua vida.

O profeta Jeremias, em suas lamentações, em determinado momento diz: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança.” (Jeremias 3:21)

O que você anda dizendo para si mesmo? Qual é o conteúdo das suas auto-conversas?

Quero desafiá-lo a examinar essas conversas e passar a usá-las como ferramenta de edificação própria. Em tempos de dificuldades e tristezas, se necessário for, vá para a frente do espelho, olhe-se bem e diga para si mesmo:

“Por que você está assim? Espere em Deus, pois você ainda há de louvá-lo!“


 Vinicios Torres

ICHTUS
Ajudando Você a Crescer

 

 


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.