Reflexão

Obediência e Respeito – A Fé Começa Em Casa



Então, chamando-os novamente, ordenaram-lhes que não falassem nem ensinassem em nome de Jesus. Mas Pedro e João responderam: “Julguem os senhores mesmos se é justo aos olhos de Deus obedecer aos senhores e não a Deus. Pois não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos. (Atos 4:18-20)

As pessoas em geral tendem a agir do seu próprio modo, pela sua própria idéia. Quando falamos de relacionamento conjugal, em que o marido e a esposa possuem características diferentes em todos os aspectos, afinal são homem e mulher, então as opiniões diferem muitas vezes até por natureza.

Qualquer pessoa pode desobedecer uma ordem que seja contrária ao que pede uma autoridade superior. Um exemplo está nos versículos acima em que os sacerdotes pedem a Pedro e João que não falassem mais sobre Jesus. A resposta deles é clara: não farão algo contrário ao que Deus lhes pede, pois Ele é uma autoridade maior que eles.

Outro exemplo bíblico é o caso das parteiras do Egito que tinham ordens de matar todos os meninos judeus. Não fizeram isto por temer a Deus e foram abençoadas, como podemos ler em Êxodo 1:5-21.

Na maioria das vezes uma ordem do marido não parecerá tão claramente violadora de uma ordem superior. Pode haver apenas diferenças de entendimento, e neste caso, o correto não é desobedecer, mas sim procurar entender as motivações que levaram a este pedido por parte do esposo.

Para isto questione-se com duas perguntas bem simples:

Qual a necessidade do meu marido que o induz a pedir-me isto?
Haverá outra maneira de satisfazer-lhe sem ter que desobedecer a Palavra de Deus?

Conjugado a isto está o grande desafio da mulher, que não é amar ao seu marido, mas sim continuar respeitando-o ao longo da vida conjugal.

A esposa idealiza um príncipe encantado que seja: forte, cortês, delicado, amoroso, sensível, protetor, provedor, e por aí vai. Mas, na vida real, descobre que seu marido é um homem comum, com qualidades e defeitos e então vem a tentação de desrespeitá-lo nas suas decisões e atitudes.

Muitas esposas se acomodam numa posição crítica constante, e todas as decisões e atitudes dele passam a ser criticadas e desqualificadas. Não é o caso de justificar os erros ou a conivência com os pecados e falhas na vida dele, mas trata-se da perda de respeito por parte dela.

Esta situação leva muitos casais a conflitos sérios, pois o homem que possui o desafio de amar sua esposa e demonstrar isto continuamente, se ressente e deixa de demonstrar amor, iniciando um destrutivo ciclo de falta de amor e respeito. A esposa desrespeita e o marido não ama, seguido de mais desrespeito e menos amor.

Algumas formas de desrespeito para o homem são:

Não confiar nele.
Criticá-lo, principalmente em público.
Assumir uma posição dominante.
Responder as perguntas por ele.
Contradizê-lo, corrigindo suas piadas ou histórias.
Ignorá-lo, não fazendo o que lhe pediu.
Ser infiel, como por exemplo, compará-lo com outros.
Não estar disposta a viver de acordo com a renda dele.

Para parar esta roda destrutiva um dos lados precisa ceder primeiro, interrompendo o ciclo de desonra. Normalmente as mulheres são mais sensíveis e ao se conscientizar deste ciclo podem pará-lo e iniciar um ciclo de honra e benção.

A forma de parar este ciclo é começar a comunicar respeito:

Consulte-o ao tomar decisões.
Expresse confiança nele.
Admire-o pelo que é e faz.
Deixe ele tomar as decisões importantes.
Dê-lhe a oportunidade de fracassar.
Em momentos de derrota dele, apoie-o e não o critique.
Ao reconsiderar erros dele, não o desvalorize, permaneça na questão.
Encoraje-o.
Faça o que ele lhe pediu com rapidez.
Faça bem seu próprio trabalho.
Deixe os trabalhos mais importantes para ele.

Ao agir assim a esposa estará quebrando aquele ciclo e iniciando uma nova fase em sua vida conjugal, um ciclo de amor e respeito, pois certamente seu esposo lhe retribuirá com amor e carinho, que é exatamente o que a esposa sempre desejou dele.

PARA EXERCITAR COM SEU CÔNJUGE

Tenho sido respeitosa para com meu marido?
O que posso fazer para respeita-lo e ao mesmo tempo lhe obedecer?

“Pai celestial, perdoe-me por todas as vezes em que desrespeitei meu marido, percebendo ou não o que fazia. Hoje eu entendo que isto o magoa. Que através do perdão seu coração seja limpo de toda amargura para que tenhamos um relacionamento harmonioso e abençoado. Amém!”

Luis Antonio Luize

ICHTUS
Ajudando Você a Crescer

 


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.