Reflexão

Quem Lê a Bíblia para Você?



Parece estranha a pergunta? Tenho certeza que você vai dizer que é você mesmo. Talvez esteja pensando nos casos de pessoas doentes ou idosas que não conseguem ler e pedem para outros que leiam a Palavra de Deus para elas (ministério abençoado tanto para quem lê como para quem ouve).

Mas a minha pergunta tem outra conotação. Ela foi despertada por um e-mail que recebi como resposta a uma das mensagens sobre Jacó (ainda não terminei com ele, espere que logo vem mais). A pessoa comentava que era difícil entender como Deus abençoou pessoas com defeitos/problemas e destacou, por exemplo:

Jacó trapaceiro – abençoado
Abraão mentiroso – abençoado
Noé bêbado – abençoado
Moisés assassino – abençoado

Há duas coisas que precisamos entender sobre isso:

A primeira é que estamos sendo bombardeados por pregações superficiais que tem tido o propósito de nos motivar e movimentar e que usam estereótipos para facilitar a assimilação da mensagem. Assim, é mais fácil para o pregador caracterizar Abraão como mentiroso do que analisar cuidadosamente o caso (ele não mentiu, leia a história em Gênesis 20).

O problema dessa abordagem é que o estereótipo reduz a personagem a um conjunto simples de características e perde-se a riqueza do seu caráter e de sua história. Normalmente o contexto histórico também é ignorado, e ele explica muitas coisas a respeito da personagem ou dos fatos narrados.

Não há necessidade de ir a um seminário ou faculdade teológica. Basta ler com atenção, desligar-se de ideias pre-concebidas e interpretar o texto de acordo com as regras da língua. Pareço um professor de português falando, né? Pois é, mas se tivéssemos nos dedicado um tantinho mais nas aulas de língua portuguesa teríamos menos barbaridades sendo ensinadas nos púlpitos desse país.

Muitas igrejas reduziram seus ministérios de ensino ao processo de formatar os novos convertidos e, no nível mais avançado, aos treinamentos de como liderar grupos. Ficando, portanto, ao cargo da iniciativa dos seus membros buscar conhecer mais sobre a Bíblia, a história e como interpretá-la.

A segunda é que, mesmo no caso daqueles que erraram, por exemplo, a embriaguez de Noé ou o adultério de Davi, a Bíblia não CARACTERIZA as pessoas pelos seus erros. Ou seja, a Bíblia não esconde que Davi pecou, mas deixa claro que caráter de Davi não era de um adúltero contumaz. Pedro tinha rompantes de falar e fazer as coisas, mas a Bíblia destaca a fé, a confiança na Palavra de Jesus e a obediência irrestrita dele.

O fato da Bíblia registrar os erros e pecados de alguns demonstra a graça de Deus em perdoar os arrependidos e quebrantados e restaurá-los. Ou seja, exemplo do que pode acontecer conosco também. Se Davi, após seu arrependimento, continuou sendo um “homem segundo o coração de Deus”, eu também posso experimentar o mesmo arrependimento e ser restaurado à presença do Pai.

Geralmente, os esterótipos se fixam em coisas negativas, levando-nos a uma leitura preventiva e truncada.

Para ajudar a ler a Bíblia com mais riqueza:

Ao começar um texto, preste atenção no contexto. O que veio antes? Do que se trata?
Você conhece o contexto histórico? Costumes e regras da época que o texto retrata? Se não, procure pesquisar um pouco a respeito. Enriquecer seu conhecimento o ajudará a entender melhor o texto.
Procure imaginar a história. Coloque-se no lugar da personagem e imagine-se passando pela situação. Muitas vezes podemos imaginar os sentimentos e compreendemos melhor atitudes, reações e respostas.

Leia a Bíblia você mesmo, não leia a Bíblia apenas pelo que os outros lhe dizem.

 Vinicios Torres

ICHTUS
Ajudando Você a Crescer

 

 


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.