Reflexão

Unidade – Vivendo o Evangelho



Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. (João 17:21)

O mundo nos colocou numa tal correria, numa tal agenda cheia, num tamanho sufoco, numa tal sobrecarga, que isso se tornou nossa prisão. Durante anos tenho ouvido pregadores falando que esta geração não tem tempo para Deus, não tem vida de oração, não lê as Escrituras, não se dedica a Deus, tudo por falta de tempo (ou alegações deste tipo). Não é mentira, estou certo disso.

Mas nestas meditações da noite, que no meu caso são geralmente longas e solitárias, percebi que o mundo minou algo que deveria ser importante. A igreja dos nossos dias é sem sombra de dúvida a mais desacreditada de todos os tempos. Já houve épocas em que não se cria em Deus, não se ouvia falar de Cristo, não se tinha Bíblia para ler. Resolvemos isso historicamente e agora o povo de Deus é mais um na lista do noticiário com pastores que roubam dinheiro, bispos que engravidam secretárias, apóstolos que enriquecem, membros que não pagam suas contas – é só mais uma casta social, um gueto, um facção, qualquer coisa menos sal e luz. Por quê? O que nos levou a isso?

Na minha humilde opinião como servo de Deus, a correria nos colocou nos trilhos da indiferença e isso se tornou nossa prisão, pois eu não tenho tempo de me importar com mais ninguém. Com isso, a oração de Jesus no versículo acima simplesmente não se cumpre, mesmo passando séculos e séculos. Como vou ser um com meu irmão se tenho tanta coisa para fazer? É tanta correria, tanto trabalho, tanta informação, tanto de tanta coisa que não tenho tempo. Mas deveria ter. Deveria estar no cardápio.

Investir tempo em unidade do Corpo de Cristo é parte da nossa missão na Terra, e tristemente vejo pessoas dedicando sua vida a projetos missionários em lugares distantes e difíceis, passando sofrimentos, se gastando – mas não tendo unidade com ninguém. Pergunto-me se não estão é fugindo da “missão” mais difícil de todas: ganhar nossos irmãos de fé não para o evangelho (eles já são da fé) mas para nosso relacionamento em unidade. Imagine o desafio de ter que suportar essa gente toda ao seu redor como se fossem da sua própria carne e sangue.

Talvez eu esteja sensibilizado por algo em particular, mas creio que Deus está nisso. O mundo não está crendo que somos de Deus, estão nos vendo como mais uma das opções de religião. O versículo acima explica isso. Lembro do segundo mandamento com certo constrangimento ao pensar nisso. Sabe, aquele que ajuda a resumir a Lei e os Profetas e fala sobre amar ao próximo…

Senhor, tenha misericórdia de mim. Meu egoísmo me coloca numa correria tal que não estou em unidade com meus irmãos e nem investindo nisso. Socorro, isso precisa mudar. Ajuda-me!

 

Mário Fernandez

ICHTUS
Ajudando Você a Crescer

 


Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.