Reflexão

Vede que grande amor!



Nesta madrugada acordei cantarolando um antigo corinho baseado em I João 3.1A que diz assim: “Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; e, de fato, somos filhos de Deus”. (ARA)
Fico impressionado com estas palavras e afirmações feitas pelo apóstolo João, palavras estas baseadas no que Jesus Cristo fez e faz por nós. João, não falou de teorias, nem de “achismos teológicos” ou da boca para fora, ele falou do que experimentou, o que viu e ouviu de Cristo e em Cristo.
Em João 1.12 ele mesmo afirma que “aqueles que creram nele e o receberam, a estes ELE deu o direito de se tornarem filhos de Deus”.
Não éramos filhos, sequer merecíamos continuar existindo ou poderíamos achar meios ou maneiras de nos reconciliar com o Pai. Na verdade, como homens caídos e pecadores inveterados, sequer desejaríamos retornar ao Caminho, seguir a Verdade e obter a Vida. (Jo 14.6)
Mas ELE em Seu grande amor por nós tomou esta tarefa para Si, mesmo que isto implicasse na “encarnação do Verbo” (Jo 1.1-3,14), no abrir mão de Suas prerrogativas divinas (Fl 2.6-11), na rejeição e perseguição pelos seus (Jo 1.10,11), em levar sobre si o peso de nosso pecado (Is 53), e por fim, sofrer uma morte cruel e horrenda na cruz.
João 3.16 exemplifica bem todas estas coisas, e ali também fica claro que este Seu Amor é por nós e por todos os demais aos quais Ele quer dar vida, vida plena, em Abundância, a VIDA ETERNA
Querido irmãos e irmã em Cristo, meu desejo e oração tem sido de que todos nós possamos aceitar plenamente este Seu Grande Amor por nós, possamos viver segundo este Amor e possamos também expressar verdadeiro Amor por todos os demais que são alvos do agir e do cuidado de nosso Deus e Pai.
Deus nos Ama e disto não podemos ter dúvidas!

Celso Misfeldt

Veja mais Reflexão

Um serviço: Logo POW Internet

"Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." 1CO 1:3

O sangue de Jesus Cristo, filho do Deus vivo, te purifica de todos os pecados.